.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Junho 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. RASTREIO AUDITIVO NEONATA...

. MIELOMA MÚLTIPO

. "A DOR MENTE"

. MAIS BENEFÍCIOS DO CAFÉ

. SEMANA DA INCONTINÊNCIA U...

. HIV E SIDA

. BOAS FESTAS

. SUGESTÕES DE TEMAS?

. HIPERPLASIA BENIGNA DA PR...

. ENDOMETRIOSE

.arquivos

. Junho 2012

. Janeiro 2012

. Junho 2011

. Maio 2011

. Março 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Março 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Março 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds

Quinta-feira, 2 de Agosto de 2007

SÍNDROME DO CÓLON IRRITÁVEL

É um conjunto de manifestações gastro-intestinais crónicas ou recorrentes não associadas a qualquer alteração bioquímica ou estrutural conhecida até hoje. O número de pessoas afectadas alcança entre 10 a 20% da população em países europeus ou nos Estados Unidos. Entre os que procuram atendimento médico, a maioria são mulheres, geralmente no final da adolescência ou antes dos 30 anos.

A causa da Síndrome do Cólon Irritável (SCI) não é bem conhecida e, portanto, não se sabe como, a partir de um certo momento, uma pessoa passa a apresentar os sintomas. Acredita-se que alterações nos movimentos do músculo liso que fazem o alimento descer desde a boca até o ânus e nos estímulos eléctricos responsáveis por esse movimento intestinal, estejam envolvidos. Já se observou, também, que indivíduos com Síndrome do Intestino Irritável, têm um limiar menor para dor proveniente da distensão intestinal, ou seja, menores volumes de gás ou fezes dentro do intestino são capazes de gerar uma sensação, interpretada pelos pacientes como dor, enquanto que indivíduos sem a síndrome provavelmente não seriam perturbados por estímulos semelhantes. Alterações psicológicas como depressão, ansiedade e estados de stress são mais frequentes em pacientes com Síndrome do Intestino Irritável.

Os principais sintomas são dor e distensão abdominal, associados a um aumento da frequência diária de evacuações e amolecimento das fezes. Períodos sintomáticos podem alternar com períodos assintomáticos de até vários anos, mas que, por fim, tendem a recorrer. A dor geralmente é do tipo cólica, intermitente e mais localizada na porção inferior do abdómen. Costuma aliviar com a evacuação e piorar com o stress ou nas primeiras horas após as refeições.

As fezes, na maioria dos pacientes, são diarreicas (amolecidas ou aquosas) podendo conter muco. Outros pacientes queixam-se de obstipação (evacuam menos do que o habitual ou menos de uma vez por semana).

São, também, sintomas comuns em pacientes com Síndrome do Cólon Irritável: distensão abdominal ou sensação de inchaço, alternância entre períodos de diarreia e obstipação, flatulência excessiva, sensação de esvaziamento incompleto após a evacuação.

O diagnóstico é feito com base nos sintomas apresentados pelo paciente. Geralmente, o médico solicita exames gerais de sangue e de fezes capazes de detectar as parasitoses mais frequentes. Esses exames não têm a intenção de confirmar o diagnóstico de Síndrome do Intestino Irritável, e sim, de afastar outras causas de sintomas semelhantes, já que não há exame capaz de comprovar o diagnóstico de SCI. Em indivíduos com início dos sintomas após os 40 anos e naqueles com história familiar de cancro do cólon e recto (CCR), uma avaliação através de colonoscopia é indicada para afastar essa possibilidade.

A presença de febre, sangramento, anemia, perda de peso, sintomas durante a noite e diarreia de grande volume e frequência não são características da SCI e devem desencadear a investigação de outra causa.

O conhecimento de que se trata de uma doença de evolução benigna e que não acarreta ou progride para nenhuma outra circunstância mais grave é um passo muito importante, capaz de, por si só, tranquilizar e fazer com que os sintomas sejam melhor tolerados.

Uma dieta rica em fibras costuma ser útil em pacientes com queixa de obstipação, e o melhor trânsito intestinal pode ajudar pacientes cuja queixa é flatulência excessiva. Certos alimentos são mal tolerados pelos pacientes com SCI, como alguns vegetais como feijão, repolho, couve-flor, cebola crua, uva e ameixa. Vinho, cerveja e alimentos ou bebidas com cafeína (café, chá, etc) também podem ser mal tolerados.

Em alguns casos, usa-se ainda terapêutica específica para os sintomas mais inconvenientes (diarreia, obstipação, dor abdominal) ou medicação antidepressiva.

Concluindo, é importante salientar que apesar de afectar a qualidade de vida dos pacinetes, a Síndrome do Cólon Irritável é crónica, recorrente e benigna, não evoluindo para cancro colo-rectal, e não há um tratamento completamente apropriado ou eficaz.

publicado por Dreamfinder às 21:35

link do post | comentar | favorito
537 comentários:
De Bowel a 4 de Abril de 2008 às 01:12
Ninguém merece ser portador de uma doença tão constrangedora e que nos afecta na nossa vida social e profissional. De um momento para o outro, parece que a nossa vida ficou condicionada à existência e proximidade de um W.C..
http://sindrome_colon_irritavel.blogs.sapo.pt/
De Dreamfinder a 9 de Abril de 2008 às 12:20
Obrigada pela partilha da sua experiência ;) Cumprimentos.
De Star a 18 de Junho de 2009 às 12:49
Foi-me diagnosticado SCI, mas há cerca de meio ano até agora tenho notado, nas fezes, saida de muco e uma especie de minhocas castanhas.
O médico mandou fazer um exame a essas 'minhocas' pensando poder-se tartar da Ténia.
Mas deu negativo e sem qualquer parasita, só foi dectado sangue nas fezes.
Contudo, continuo a defeca-la e tenho bastantes dores de barriga.
De Leo Sottomayor a 4 de Fevereiro de 2010 às 23:48
eu tive ténia saginata durante 4 anos e nunca me foi diagnosticado qq problema nas feses ~porque apenas a Ténia saginata não fazia parte dos parâmetros de análise. Até mandei para o instituto de medicina tropical um pouco das fezes com os aníes da ténia e DEU NEGATIVO!! tive de mandar par o norte para um amigo meu qe é analista para ele me dizer que era uma simples ténia saginata!
De maria a 3 de Maio de 2011 às 20:37
como conseguiu eliminar a tenia saginata? que medicamento tomou?
De lsottomayor a 6 de Maio de 2011 às 12:57
Um medicamento chamado TOLOXIM (ou qq coisa parecida com isto) São comprimidos enormes que é suposto engolir inteiros ao longo de um determinado período sde tempo (pouco) De seguida toma-se um purgante ao longo de umas 2 ou 3 horas.
De maria a 30 de Junho de 2011 às 20:21
Boa tarde! Que purgante é que tomou? Pediu na farmacia? Obrigada
De ben a 22 de Outubro de 2009 às 15:36
ainda hoje tento saber como é que vou organizar a minha vida em funçaõ das casas de banho...deixo de fazer imensa coisa pq se sei q n th ua proxima fico stressada e isso desenvlve uma nova crise, mais vale ficar em casa...
De Rafaela a 30 de Abril de 2011 às 21:47
Não podia expressar melhor!!!
A minha vida está condicionada aos locais em que se encontra um wc e infelizmente nos locais publicos ainda é dificil o acesso a estes.
É uma doença muito condicionante e prejudicou muito a minha vida profissional a até a vida amorosa porque evito ao máximo situações como encontros amorosos que me deixam ansiosa e agarrada á casa-debanho. Sinto-me muitas vezes impotente e essa pessoa não sou "eu"
De Mari a 10 de Março de 2012 às 18:41
Boa tarde,
Costumam perder peso?
De Anónimo a 30 de Maio de 2012 às 17:49
Olá Rafaela!

Não pude deixar de responder ao seu comentário. Sei EXACTAMENTE o que pretende dizer quando refere todas as restricções que a SII nos impõe. Ainda assim, sei que com força de vontade (muita!) acabamos por conseguir contornar eses obstáculos horríveis à nossa vida profissional, social e até, como muito bem refere, amorosa! Creio que a solução passa por "envolver" as pessoas que nos são mais próximas no absurdo problema que nos atormenta. E ter muita calma. Mas, independentemente da ausência de respostas da medicina, há outras soluções!
No que puder ajudar, estou à disposição!
Boa sorte
João Baptista
jmb168@gmail.com
De Anónimo a 30 de Maio de 2012 às 17:51
Olá Rafaela!

Não pude deixar de responder ao seu comentário. Sei EXACTAMENTE o que pretende dizer quando refere todas as restricções que a SII nos impõe. Ainda assim, sei que com força de vontade (muita!) acabamos por conseguir contornar eses obstáculos horríveis à nossa vida profissional, social e até, como muito bem refere, amorosa! Creio que a solução passa por "envolver" as pessoas que nos são mais próximas no absurdo problema que nos atormenta. E ter muita calma. Mas, independentemente da ausência de respostas da medicina, há outras soluções!
No que puder ajudar, estou à disposição!
Boa sorte
João Baptista
jmb168@gmail.com
De Márcia a 21 de Julho de 2012 às 19:20
Há algum tempo tenhpo sofridso com essa doença . Não tenho mais sossego , se saio de casa , vou para o trabalho ou um evento qualquer como uma festa , umpasseio já fico preocupada com o banheiro . Muitas vezes passo constrangimentos pois são diarreías constantes , e a medicação não é eficaz.
Já fiz todos os exames ´possiveis e nada de mal foi diagnosticado. Não sei o que comer , estou ganhado peso pois só como alimentos que possam prender o intestino.
Se alguém souber de um tratamento eficiente , me avise por favor....
De just a simple person a 17 de Abril de 2008 às 22:37
Sou doente desde os meus 20 anos do Síndrome do Colón irritável com diarreia, decidi hoje escrever um pouco da minha história, de acordo com o meu tempo. Uma vez que escreveste sobre SII , doença invísivel para muita gente, mas muito desgastante a vários níveis para quem a tem, informo-te como forma de agradecimento.
De sonia isabel serralheiro a 7 de Janeiro de 2012 às 15:52
eu sou a Sónia serralheiro tenho 25 anos sofro de sci a uns 4 anos mas nunca soube mt bem o que era pk pelo meio tive bastantes melhoras e ate pensei que como apareceu de repente tb desaparecesse mas... a duas semanas para ca n tenho descanso eu sofro de diarreia como obstipação . hoje finalmente decidi pesquisar e realmente n me sinto so nunca pensei encontrar tanta jente como eu. tenho bastante cuidado com alimentação mas ainda vou descobrindo outras coisas que me fazem mal, sinto que n posso comer nada nem fazer nada e ainda pior como combater este stress que me provocou esta maldita pedra no sapato. tou medicada com spasmomen mas qd me sinto melhor deixo de tomar talvez seja um grande erro. sinto que as pessoas a minha volta n sabem bem o que isto e mas tento sempre explicar. tenho mt receio das consequencias futuras que este sci me traga. vou procurar mais ajuda obrigado a todos.
De Mari a 10 de Março de 2012 às 20:17
Olá Sónia, costumas perder peso?
De just a simple person a 17 de Abril de 2008 às 22:42
De célio moreira a 5 de Junho de 2008 às 10:52
Pelo que percebi, há aqui gente que sofre deste sindrome. Eu tenho já consulta marcada e obviamente não sei ainda o diagnóstico, mas penso que será alguma doença parecida com esta, se não for mesmo esta. Gostava só de saber se é normal terem tonturas e musculos atrofiados? e afecta-vos de alguma maneira a visão? estes são sem duvida os sintomas que mais me irritam. Para nao falar da má disposicao que é quase insuportavel. obrigado.
De Anonimo a 17 de Agosto de 2008 às 13:27
eu nunca tive sintomas nenhuns desse genero, so o desconforto intestinal...ou é outra doença, ou nao tem nada a ver com a SCI
De daniela a 31 de Agosto de 2009 às 19:01
Sim é bem verdade eu tambem descobri ha pouco que tinha Sii, apesar de ter sido a medica a dize-lo e nao os exames, porque infelizmente ainda nao consegui marcar exames, tudo neste país anda a passo de caracol... ultimamente tem se agravado mais os sintomas, acordo todas as manhas cheia de gases talvez por aguentar a noite toda com a bexiga cheia, e logo que tomo o pequeno almoço (leite e pão) dá-me vontade urgente de ir a casa-de-banho imediatamente (nao falha um dia!!)... chego a evacuar umas 3 vezes por dia, o que acho demasiado, tudo me dá gases bascicamente! isto para nao falar do desconforto intestinal provocado pelos espasmos, os ruidos altos que me intimidam em frente das pessoas...tudo me incomoda e faz-me passar por situações contrangedoras, desde faltar a encontros e deixar de conviver com as pessoas por causa da vergonha, até o nervosismo para ir numa entrevista de emprego e de passar vergonha...logo que começo a pensar nas coisas, fico nervosa, o coração dispara e isso repercute directamente no intestino... é muito facil os outros dizerem que é "psicológico" porque não estão na nossa situação, acham que são paranóias (antes fosse)... estou farta de me sentir limitada pela doença e ter sempre o medo de avançar na vida, de procurar trabalho, de deixar de viver por causa disto... ontem mesmo decidi mudar a situação e comecei a procurar trabalho, amanhã vou a uma entrevista e espero sinceramente que o desconforto não bata à porta mais uma vez para me constranger... além disso estou a automedicar-me com SPASMOMEN e FLATORIL (vendido em Espanha), e ainda vou encomendar o IMONOGAS (vendido em Espanha também), visto que a médica de família é uma desnaturada com todas as letras e não tou para esperar mais 2 meses por uma consulta! mesmo que tenha de pagar + pelos medicamentos, só quero é reduzir os sintomas por mim mesma, já que não posso curar-me, ao menos que me proporcione a mim mesma algum bem estar físico e mental sem que tenha de esperar a palavra do medico para tudo... visto que ir ao médico não adianta de nada. Até que chegue o dia da consulta já morreste... Literalmente ;) BOA SORTE A TODOS(AS) e votos de saúde para todos!
De Costa a 3 de Dezembro de 2009 às 17:24
Já comentei esta doença e dei algumas dicas.
No teu caso que dizes logo de manhã teres que ir á casa de banho recomendo que retires o leite normal e bebas ou o de Soja ou sem Lactose e mistura com água se gostares junta-lhe cereias tipo Nestum ou Flocos !
Toma algo para a ansiedade, POIS É NECESSÁRIO ANDARES CALMA sem Stress!
O Spasmomen é um antiespasmódico bom e de última geração.
Experimenta um probiótico para a diarreia tipo Zir Pro ou o Ul 250 que é medicamento!
E cuidado com a alimentação!
Saúde!
De Joana a 25 de Janeiro de 2018 às 10:17
Ola. Gostaria de saber onde compras esses medicamentos que refere, sff.

obrigada
De daniela a 10 de Setembro de 2009 às 09:47
sim célio é normal sentir os musculos atrofiados e a visão ser afectada, ao menos isso ocorre comigo. Mesmo estando pouco tempo em frente ao computador, ou da TV, doi-me imenso a cabeça e a vista; além disso, a questão dos musculos atrofiados pode ter a ver com a falta de exercicio, ou o inchaço nas mãos e pés, sensação de que a circulação vai bloquear...
Bem não sei se o Célio se identifica com estes sintomas, de qualquer forma vou relatar a pesquisa que fiz pela net, onde descobri que os sintomas da Sii estão de alguma forma relacionados com taquicardia/dispneia (um tipo de insuficiencia cardiaca caracterizada por falta de ar, dificuldade em respirar na posição deitada, nervosismo, fadiga, tonturas, fraqueza muscular...) e li que a principal origem da ansiedade pode ser a tiróide, um glângula que quando produz excessivamente hormonas tiroidianas (hipertiroidismo), afecta o sistema nervoso e varios sistemas do nosso corpo, cujo um dos sintomas é precisamente o que o Célio mencionou - movimento ocular diminuido , descoordenado e visão dupla.
Isto foi apenas o que li, tambem tenho os mesmos sintomas que voce e quero esclarecer a relação que existe entre estas 3 doenças e perceber a origem dos sintomas! Peça ao seu médico que lhe mande fazer exames para detectar algum destes problemas que mencionei acima.

As melhoras e votos de oa saúde a todos
De ben a 22 de Outubro de 2009 às 15:40
as tonturas, os suores frios, os tremores, as dores horriveis ja para n falar da "barriga de gravida"..que pura e simplesmente nos deixam exaustos e sem vontade de fazer nada...cada vez q aparece uma nova crise ha sempre algo novo, apesar de tudo ha q tentar manter a calma..ajuda me muito a respiração controlada, n trava a crise mas desgasta me menos...vou tentar a acunputura..ouvi dizer q ajuda a aliviar a flautulencia
De Kauita a 21 de Julho de 2010 às 13:58
Boa tarde,

Tenho lido e acompanhado os comentários e só nós sabemos o que sofremos e quanto condiciona a vida.
Contudo, e como nunca tinha visto em ninguém ou associado, eu também tenho tido nos últimos 5 anos problemas de atrofio dos músculos principalmente na vista.
Já consultei diversos especialistas e fiz imensos exames mas apenas consigo deixar os médicos de boca aberta e sem resposta.
A minha vista esquerda tende a fechar e tenho visão dupla. Nunca pensei estar relacionado com o SCI... será?
De Isabel a 1 de Agosto de 2010 às 00:50
De Isabel
Estou a passar bastante mal desde há dois anos. Fiz colonoscopia para despistar todas as hipóteses e não revelou nada de especial. O médico diagnosticou síndrome do cólon irritável e já tomei diversos medicamentos sem que produzissem efeito. Tenho tido nos últimos dias dores muito fortes no lado esquerdo do cólon, os intestinos funcionam irregularmente, o abdómen está inchado, o recto dói-me. Tenho dores também ao nível do cólon transverso do lado esquerdo. O apoio que tenho do médico é nulo, porque, como diz, não há nada a fazer a não ser os paliativos que já aqui foram referidos. O Spasmomen fez algum efeito, mas pouco. A visão tem estado bastante perturbada, mas só ao ler os vossos textos me dei conta que podia haver uma relação.
Pelo menos aqui posso falar disto e ter algum feed back e compreensão.
Obrigado por partilharem.
De Pedro a 21 de Agosto de 2010 às 21:16
Tenho os mesmos sintomas, olho com visão turva e dor do lado esquerdo no intestino. conseguir recuperar ou melhorar a sua condição?
De Pedro a 21 de Agosto de 2010 às 21:17
Tenho os mesmos sintomas, olho com visão turva e dor do lado esquerdo no intestino. conseguir recuperar ou melhorar a sua condição?
De Star a 11 de Agosto de 2008 às 17:16
Tenho apenas 17 anos e há 2 foi-me diagnosticado SCI.
É horriel, pois frequento o 12º ano e costumo ter várias crises durante as aulas, principalmente depois ds refeições.
Nao podem indicar um medicamento que reduza estes sintomas?
O meu médico de família receitou-me Duspatal Retard mas nao noto qualquer efeito...
De Anonimo a 17 de Agosto de 2008 às 13:25
eu tomo o spasmomen e sinto-.me bem com ele! mas tens q evitar comer o q te possa fazer mal, como picantes, molhos tipo ketchup, mainese , mostarda, cafe esquece, couves na sopa esquece, feijoes , erevilhas tb esquece, come carnes magras como galinha, vaca, vitela, e peixe magro como a pesca.. qt à agua engarrafada desaconselho agua penacova , pq foi com ela q comecei a dar conta dos sintomas, deve conter alguma bacteria q nos é prejudicial...e qd quiseres ir a umjantar e comer alguma coisa mais arrojada toma 1 ou 2 UL 250, q pode ajudar a nao te dar a volta à barriga, é o q eu tomo sempre e resulta! ontem fui comer ao mac donalds batatas fritas e tudo e senti.me bem! e depois pai 3 horas ainda fui comer um gelado sem problemas nenhuns!
eu penso q a razao q fez despoletar isto foi a faculdade, pq eu no secundario era mt relaxada! qd o stress começou é q isto apareceu...e tu q ja tem um historial mt maior do q o meu ja devias ter conseguido controlar mais ou menos...a mim foi.me diagnosticado ha 8 meses.. ja fiz coloscopia e tudo...se axares q nao te sentes bem nem sequer com a medicaçao acoselho a q tb faças uma, pq os sintomas podem ser os mesmos, mas teres alguma coisa mais grave...
De andreia a 28 de Junho de 2009 às 02:38
água engarrafada com bactérias??!!
De teresa a 22 de Abril de 2014 às 21:43
Concordo com a opinião da Penacova
De Pluno a 16 de Julho de 2009 às 10:55
Eu tomo Maiorad 2000" e costumo ter um bom resultado.

Já agora, alguém pode dizer-me se costuma sentir uma espécie de arrepios no corpo — come se estivesse com febre — é que eu sinto isso quando tenho crises de SCI . Comecei a sentir por estes dias e retomei o Maiorad 2000".

Um conselho a quem padece de SCI : deixem de tomar leite e derivados! Tomem leite de soja. Eu deixei completamente o leite e já há muito tempo que não tinha sintomas. E comam alimentos ricos em fibra, claro.
De pluno a 24 de Julho de 2009 às 17:29
Peço desculpa. Eu tomo "Maiorad 200" e não "2000" como tinha referido. Agora suspendi o tratamento porque andava um pouco nauseado.
De susana a 11 de Janeiro de 2010 às 20:34
sinto-me tal e qual quando se tem gripe com arrepios.
Alem dos lacticinios tambem nao me dou com a soja
De isabel a 20 de Fevereiro de 2010 às 11:15
Olá eu tenho Sii há 14 anos . Durante as crises tenho imensos arrepios , outras vezes calor especialmente quando tenho diarreia O meu intestino faz imensos ruídos, dores de cabeça tonturas visão dupla. E horrível, deixei de beber café com leite pois o meu médico disse-me que é das piores coisas .. .além de repolho e muitas mais coisas que , eu insisto em comer , enchidos ... Eu quando ando bem como tudo excepto leite e, depois fico de rastos.
De Ricardo a 20 de Outubro de 2009 às 08:01
uma maneira de de conseguires aliviar os sintomas, é 1º colocares de lado comidas que provoquem gazes, tal como bebidas gaseficadas.
Em relação a medicação, falo por experiencia propria, Antispasmina Cólica Forte para te aliviar as cólicas, como tas no 12º vem os exames, e depois faculdade etc etc, o que eu te recomendava era tomares calmantes, experimenta valdispert, é fraquinho não tem grandes efeitos secundários ou então na farmácia vendem as narco-capsulas para a ansiedade, produtos naturais que não te fazem mal nenhum e que de certa forma te ajudaram a controlar um pouco. Mas acrescento que cada caso é um caso, e eu falo da minha experiencia que tenho com a doença.
Cumprimentos
De Joana Lino a 25 de Janeiro de 2018 às 10:30
Onde compra o medicamento?
De Anonimo a 17 de Agosto de 2008 às 13:16
Eu sou portadora da doença, descobri assim q entrei para a faculdade, q foi qd ela se manifestou...isto é horrivel! andar com medicaçao, ou a pensar no q vai comer para n correr o risco de dar a volta a barriga no meio de uma festa de aniversario...e, para mim, é altamente vergonhoso, so os meus pais sabem, os meus irmaos e uma amga, mais ninguem sabe q sou portadora...e pergunto-me como vou conseguir, no futuro, consiciliar isto com um parceiro...como é q se diz a alguem q se é portador disto? e ate q ponto poderá afectar a minha vida sexual...nao sou nfeliz, mas isto é realmente uma pedra no meu caminho...
De Maria a 30 de Janeiro de 2009 às 14:42
Olá !
Tenho 30 anos e á já 8 meses que tenho alguns dos sintomas desta doença, mas ainda não tenho nenhuma confirmação médica. Surgiram com uma mudança no meu estilo de vida que veio acompanhado de muita ansiedade e stress. É sem dúvida um desconforto principalmente porque sou obrigada a sair de casa todos os dias, a passar o dia fora e ter que comer fora. O que mais me incomoda é o desconforto, o inchaço no estômago e o excesso de gases depois das refeições, que é o principal responsável pelos problemas sociais que tenho hoje. Estou a tomar neste momento o spasmomen depois de ter tomado muitas coisas para os gases. Apesar de ficar a saber que é crónico tenho esperança que voltando a ter uma vida tranquila tudo volta ao normal. É certo que é desconfortante, mas as pessoas que nos amam percebem que é uma doença como muitas outras, que não foi escolhida e acabam por não dar importância a este facto
De Ricardo a 16 de Novembro de 2010 às 11:33
eu tive o mesmo problema.

Recomendo vivamente que tenhas consulta no psiquiatra!
Psiquiatra não é para malucos.

O SCI desaparece naturalmente ao fim de 2 semanas com anioliticos/antidepressivos.

O meu psiquiatra receitou-me mutabon(antidepressivo) e pasinone (ansiolitico)

as melhoras
De sofia a 17 de Março de 2017 às 15:26
quando diz q passou é que tomou numa altura de crise e melhorou ou toma regularmente e mantém o problema controlado?
obrigada
De andreia a 28 de Junho de 2009 às 02:41
Pensa pelo lado positivo, não é contagioso nem fatal, isso sim seria um problema.
De sara a 9 de Outubro de 2009 às 12:03
Eu descobri há uns anos que sofria do síndrome, o que me apanhou completamente desprevenida, uma vez que nunca tinha ouvido falar de tal coisa...

Confesso que deixo de fazer algumas coisas, que deixo de comer (muitas) coisas ( só uma vez por outra é que perco a cabeça e como aquelas coisas que sei que me vão deixar de rastos.. mas sei que vou estar em casa... perto de uma )

As pessoas que me rodeiam sabem que sofro deste síndrome, até porque muitas vezes iriam achar que sou uma enjoadinha que não gosta de nada, o que não é verdade... não posso é come-las...

Acho que é mais fácil as pessoas estarem a par até porque não é nada contagioso, nem nada horrível (a não ser para nós que sofremos dele e que levamos com as dores e o mau estar...)

É extremamente limitador, é certo, mas também não é o fim do mundo, não vamos morrer por causa disto. Há coisas bem piores...

Há que encontrar um meio termo e tentar conciliar o síndrome com uma vida normal!!! (que eu sei ser bem difícil...)
De sara a 9 de Outubro de 2009 às 12:07
Quando em cima, no comentário anterior digo:
"Confesso que deixo de fazer algumas coisas, que deixo de comer (muitas) coisas ( só uma vez por outra é que perco a cabeça e como aquelas coisas que sei que me vão deixar de rastos.. mas sei que vou estar em casa... perto de uma )", faltou a "casa de banho"...
De Anónimo a 20 de Outubro de 2009 às 08:06
nem era preciso acrescentares, qualquer pessoa portadora do sindrome sabia o que faltava :P
De sii_sos@hotmail.com a 20 de Outubro de 2009 às 08:30
Olá, olha em relação a não contares a ninguém é um erro, a melhor solução é contares muito por alto o que tens, não mostrando muito dramatismo, não deixes que as pessoas tenham pena de ti, tenta mostrar algum a vontade quando tocares nesse assunto mas mostra que é um problema que te deixa incomodada, quanto mais à vontade estiveres com a doença menos ela te ataca porque o mais importante é sentires-te confortavel e mais à vontade, isto é tudo um jogo psicológico em que temos que aprender a jogar.
As pessoas ao verem-te a entrar 10 20 30 vezes na casa de banho ao menos vão saber o porquê e secalhar já nem vão dar tanta importancia e ao sentires-te segura em vez de ires 10 20x à WC provavelmente vais só 7 ou 8x e o mais provável é protegerem-te numa situação mais embaraçosa, numa cólica que não conseguiste conter.
Em relação ao relacionamento eu digo-te que no meu caso não foi fácil a minha namorada perceber o meu problema e ainda hoje lhe custa a perceber, pk não lhe entra na cabeça pk é que eu tenho que ir enumeras vezes à WC antes de sair de casa, ou então cancelar saídas das quais eu sei que me vou sentir mal disposto, mas felizmente conseguimos ter uma relação dentro da normalidade, pk quando uma pessoa gosta a sério este tipo de problema não é um obstáculo.
De SISI a 8 de Maio de 2012 às 11:06
Olá "anónimo", andei a pesquisar na net (aos anos que o faço) sobre esta maldita de doença que também me calha a mim :-( reparei que postaste isto em 2008, não sei se já andas melhor, espero que sim....mas queria dizer em relação ao que dizes de uma relação conjugal....pois bem, posso te contar que nunca nenhum médico me disse o que tinha, e na altura era muito amiga de um rapaz, e que ele sabia que eu andava sempre assim, porque eu não trabalhava e explicava-lhe o porquê. um dia, ele apareceu em minha casa, com uns papéis que imprimiu (tirados na net), sabes o que era? sintomas do colon irritável e disse: tu deves ter esta doença....chorei muito, pk só podia ser, depois de tantos exames feitos e estava sempre tudo bem....o tempo foi passando e hoje vivo com esse tal "amigo" já há 6 anos. É a pessoa neste mundo que se importa mais comigo....sabe do meu problema melhor do que ninguém e está sempre a encorajar-me com a alimentação e para eu não me enervar...enfim, depois de tantas coisas más, tive esta sorte de o conhecer, pk para além do SCI, sou portadora de uma doença crónica rara, que se chama DOENÇA DE POMPE....já estava com o meu namorado há um ano e ele nunca me deixou por estas coisas.....só para te dizer que o amor está acima de tudo e se algum dia tiveres (ou não sei se já tens) uma pessoa que te ame.....isso não vai ser o problema, pk nós seres humanos vamos sempre precisar uns dos outros, seja por que razão for.....fica bem....espero que te tenha dado alguma forcinha(apesar disto ter sido em 2008) .
Sílvia
De Anónimo a 8 de Outubro de 2008 às 22:40
Tenho a doença há 15 anos. A minha vida mudou em muito por causa disto. Parece que há avanços com o uso de óxido nitroso.
Amigos, terão dificuldades pela doença mas também serão especiais por a conseguirem suportar.

À anóinima antes de mim: o amor serve para isso, para o parceiro achar a SCI irrelevante para o caso. Com um pouco de probabilidade, ele tb será portador :-)

Força!!
De anonimo a 1 de Janeiro de 2009 às 18:29
ola.
eu parece q tenho todos os sintomas q dizem. Tenho diarreia tds os dias. ja nao sei o q comer, parece q tudo me faz mal. Sou profesora, pt imaginam o q é paxar os dias a pensar q a ql hora poxo ter q deixar os alunos e dizer vou à vcasa de banho. o q despoletou isto penso q foi o stress e o panico de estar em filas de transito ou por exemplo dependente de comboios, metros, enfim de tudo o que envolva mtas pessoas e nenhum controlo. nao consigo ir a nenhum concerto, pt a mh vida certmente ta modificada. ainda nao fui ao medico da especialidade. um de clinica geral diz q é do
stress. pior é q as pexoas nao compreendem.
De Tou abismado a 17 de Janeiro de 2010 às 18:10
Peço desculpa mas sendo vc professora de portugues, como é que pode escrever "poxo" em vez de "posso" ou "paxar" em vez de "passar"

Por favor, haja paciencia.

As melhoras
De Maria a 23 de Setembro de 2011 às 12:53
Ia, exatamente dizer o mesmo. Não sou professora e passo a vida a corrigir este tipo de escrita! Agora o meu SII piorou... e de que maneira!
De Luis a 15 de Janeiro de 2009 às 19:32
Tenho 40 anos e tenho estes sintomas há mais de 10. Apesar de nunca ter feito nenhuma colonoscopia , o meu médico, pelo historial e pelo exame clínico , diz-me q padeço deste síndroma Para a malta q tem o mesmo problema aqui fica a minha receita para o quotidiano: tomo medicação ansiolítica diariamente há n anos, mas como e bebo sem cautelas; quando estou pior, tomo kreon, motilium e duspatal; de resto, encaro isto como uma coisa normal. E nem ligo...
De ana isabel a 19 de Janeiro de 2009 às 12:25
Tenho 49 anos e desde os trinta anos que sofro deste mal. Tem sido horrível ao longo destes anos. Já tomei de tudo mas nada foi totalmente eficaz: desde os medicamentos convencionais a produtos alternativos. Neste momento não tomo nada, aguento a dor e o desconforto... Ninguém entende as pessoas com esta doença, dizem que são pessoas com a mania das doenças... sabemos que não é bem assim.Toda esta situação só me dá tristeza., pois sei que é de carácter crónico, não havendo possibilidades de melhoras. Temos que aguentar... mas tenho tomado nota dos nomes de medicamentos que vão aqui surgindo, alguns que não havia há tanto anos. Talvez ajudem...
De Regis gomes a 8 de Agosto de 2009 às 18:09
Tenho essa doença a mais omenos a 1 ano, quando começou fikei desperado achei que fosse uma doença mas grave entrei em deseispero e começei entrar em depressao, sofri muito mas agora estou tentando controlar e acostumar que nao é facil.Tomo spasmomen mas ja nao ta me fazendo bem fico com muita sensaçoes ruins

Comentar post

.links